Domingo, 14 de Dezembro de 2008

Floresta Portuguesa - Particularidades

A Floresta Portuguesa ocupa 3.3 Milhões de hectares, o que corresponde 38% do território nacional. Segue-se 33% com ocupação agrícola e 23% com áreas de incultos. O potencial de crescimento da área arborizada é de cerca do dobro caso sejam aproveitadas as áreas de incultos e improdutivos.

A distribuição segundo as principiais espécies, indica o pinheiro bravo como a espécie florestal predominante, com 29,1% da ocupação, equivalente a 976 mil hectares. Segue-se o Sobreiro com 21,3%, o que corresponde perto de 713 mil hectares e o Eucalipto com 20,1%, o que corresponde a mais 672 mil hectares de floresta.

Os bens produzidos pela via da actividade florestal, sustentam uma importante e integrada cadeia industrial, baseada em recursos naturais, suportando por si, um forte sector de exportação. Por conseguinte, a floresta e a actividade florestal em Portugal são uma importante área da nossa economia. Portugal, no contexto Europeu e mesmo Internacional é um país especializado no sector florestal, sendo a receita um importante contributo para o PIB. Maior até que a média Europeia.

Do ponto de vista de transacções para o mercado internacional de produtos florestais e de base florestal, os mais importantes são: papel e cartão, pasta de papel, cortiça, madeira e produtos de resina e mobiliário.

Algumas particularidades da floresta Portuguesa são no entanto determinantes para planeamento e gestão, a saber:

  • Uma relação entre floresta e sociedade secular e bem estabelecida
     
  • Uma floresta alvo dos maiores programas de florestação em grande escala do século vinte (a floresta aumentou a sua área de 2 milhões para 3.3 milhões nos últimos cem anos)
     
  • Múltiplas regiões, com espécies florestais e sistemas de silvicultura diferentes e a necessidade de promover o uso múltiplo da terra e a fixação das populações.
     
  • Legislação especifica para o sector florestal dirigida para o desenvolvimento de estratégias regionais e planeamento florestal
     
  • Tendência para ocorrência de fogos florestais
     
  • Importância de algumas espécies florestais, tais como: Sobreiro, o Eucalipto e o Pinheiro Bravo.
     
  • A complexidade da propriedade florestal com apenas 15% pertencente ao Estado e à Indústria. O restante pertence a mais de 400 000 proprietários florestais privados que, segundo o relatório CESE, em 1991, apenas 41,7% da área era sujeito a qualquer tipo de gestão

Todas estas particularidades referidas e outras não listadas, constituem um estímulo na vontade de promover a actividade florestal de modo sustentável tomando em linha de conta critério sociais, económicos e ambientais no quadro de desenvolvimento e promoção do PEFC Portugal.

 

Fonte: DGF/Dados do Inventário Florestal Nacional de 2001
publicado por esas às 18:34
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 9 de Dezembro de 2008

Sabe mais do que uma miúda de dois anos?

 

 

publicado por esas às 17:36
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 6 de Dezembro de 2008

Este Natal...seja diferente!

 

 

 

 

Este Natal…seja diferente!

Comprar, comprar, comprar…

Quem não gosta de receber a sua prendinha?

Não dizemos que não, apenas pedimos que este ano seja mais ecológico, mais natural, mais solidário…

Pesquisamos e, encontramos uma série de conselhos que podem fazer do seu Natal, uma festa mais divertida, mais criativa, e com menos impactos ambientais.

Aqui os deixamos, com votos de um Natal mais verdadeiro.

      Faça as suas compras a pé: cuida da própria saúde e ajuda a diminuir a poluição do ar.

      Planifique as suas compras de acordo com um orçamento pré-estabelecido. O consumo racional é outra medida de proteção ao meio ambiente.

      Crie embalagens de presentes divertidas, com o uso de materiais reciclados.

      Para os mais pequenos, dê brinquedos que não precisem de pilhas. Pilhas são poluentes se depois de usadas não forem colocadas no pilhão.

      Se optar por oferecer electrodomésticos, dê preferência aos mais eficientes em termos energéticos.

      O seu bacalhau ficará muito mais delicioso se acompanhado por legumes produzidos em modo biológico.

      Na sua decoração prefira as plantas naturais e embeleze- -as, por exemplo, com laços dourados e vermelhos.

      E a mesa de Natal? Fica muito mais chique e, menos poluente, com guardanapos de pano.

      Na hora de abrir os presentes, tenha à mão o saco azul, amarelo e vermelho, para de imediato separar, papéis, plásticos, etc.

      Nas limpezas da casa, para receber a família e os amigos, não desperdice água e prefira produtos de limpeza amigos do ambiente.

      E por fim, seja amigo e solidário, tenha menos e seja mais! O ambiente agradece.

                 Uma Vida Feliz  

 

publicado por esas às 17:34
link do post | comentar | favorito
|

.Espaço da Geografia

.pesquisar

 

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A OTAN: o Quê, Porquê e C...

. Acordo de Paris para as m...

. Portos Portugueses

. Turismo em Portugal

. António Guterres faz apel...

. Tomada de Posse de Antóni...

. Joan Miro - Biografia e p...

. Portugal, beleza e simpli...

. O orçamento da UE

. PAC : 2014 / 2020

.arquivos

. Janeiro 2018

. Maio 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds